DIREITOS DO EMPREGADO NA RESCISÃO CONTRATO DE TRABALHO


DIREITOS DO EMPREGADO NA RESCISÃO CONTRATO DE TRABALHO

Notícias - 22/02/2022

A rescisão do contrato de trabalho ocorre quando o Empregador encerra o vínculo empregatício com o Empregado ou vice-versa.

Atualmente temos cinco tipos de rescisão existentes no Brasil, e em cada uma delas o trabalhador tem direitos e benefícios diferenciados.

1 - Dispensa sem justa causa

Ocorre quando a empresa decide demitir um funcionário sem um motivo considerado justo, não constante na lei. Alguns motivos comuns são, dentre outros, corte de gasto ou insatisfação com o trabalho do colaborador.

Neste tipo de dispensa, o empregado tem direito as seguintes parcelas:

  • Saldo de salário: valor referente aos dias trabalhados até ser dispensado;
  • Aviso prévio: a empresa precisa avisar o colaborador, com 30 dias de antecedência, sobre sua dispensa e ele receberá por mais esses 30 dias, acrescido de 03 dias a cada ano trabalhado, sendo que referido período será indenizado ou trabalhado, de acordo com decisão do Empregador;
  • 13º proporcional: valor proporcional referente a quantos meses o colaborador trabalhou ao longo do ano;
  • Férias proporcionais + ⅓ de férias proporcionais: valor proporcional referente a quantos meses o colaborador trabalhou ao longo do ano;
  • Saque do FGTS e multa de 40% referentes ao montante atualizado desse valor;
  • Entrega das guias para solicitação do seguro-desemprego: de três a cinco parcelas, calculadas com base no salário do colaborador, desde que o colaborador tenha trabalhado ao menos 12 meses no caso do primeiro seguro, e 06 meses a partir dos pedidos seguintes.

2 - Pedido de demissão pelo funcionário

Ocorre quando o trabalhador pede a rescisão do contrato de trabalho por motivos diversos, como o fato de ter conseguido uma oferta de trabalho melhor ou até por não estar mais satisfeito com seu atual cargo.

No pedido de demissão, o empregado tem direito as seguintes parcelas:

  • Saldo de salário referente aos dias trabalhados;
  • Férias integrais e/ou proporcionais + ⅓ ;
  • 13º salário proporcional.

Além disso, pelo fato dele ter solicitado o desligamento da empresa, é necessário cumprir 30 dias de aviso prévio, caso contrário, o colaborador deverá pagar uma multa à empresam no valor equivalente ao seu salário, que poderá ser compensada com eventuais parcelas rescisórias a serem recebidas.

3 - Demissão por Acordo

Esse tipo de demissão ocorre quando a empresa e o empregado optam pelo fim do contrato de trabalho em comum acordo.

Com a Reforma Trabalhista, e objetivando flexibilizar as relações de trabalho, ela passou a constar nas formas legais de demissão, especificamente no artigo 484 da CLT.

Quais benefícios o colaborador tem direito nesse tipo de demissão?

  • Metade do aviso prévio – se for indenizado;
  • Metade da multa sobre o FGTS;
  • Saque de até 80% do FGTS;
  • Saldo de salário;
  • Férias vencidas e proporcionais + 1/3;
  • 13º salário proporcional;

Importante ressaltar que, nesse caso, o trabalhador não tem direito ao seguro-desemprego.

4 - Rescisão Indireta

Ocorre quando o empregador comete algum tipo de falta grave, que inviabilize a manutenção da relação empregatícia. É como se fosse uma demissão por justa causa do empregado.

Alguns exemplos: quando a empresa não paga o salário por mais de três meses, não deposita o FGTS, comete assédio moral, dentre outros.

Esse tipo acontece em situações muito específicas e o empregador precisa comprovar, por meio de registros, como documentos e testemunhas, que a empresa cometeu essas faltas.

Neste tipo de dispensa, caso comprovadas as faltas cometidas pelo empregador, o empregado terá todos os direitos que são garantidos quando é demitido SEM justa causa. Além disso, dependendo da situação, o empregado também pode acionar a justiça por danos morais.

5 - Dispensa por justa causa

Ocorre quando o empregado desrespeita alguma norma ou regra da empresa ou descumpre alguma cláusula do contrato.

Quais benefícios o colaborador tem direito nesse tipo de demissão?

O colaborador nesta modalidade rescisória perde diversos direitos, como 13º, aviso-prévio, seguro desemprego, multa do FGTS e saque desse benefício.

A empresa somente será obrigada a efetuar o pagamento:

  • Saldo de salário, dos dias laborados no mês da rescisão;
  • Férias vencidas, acrescidas de ⅓ de seu valor.
  • 13º salário caso já completados os 12 meses do ano;

Siga nossas redes sociais e receba sempre dicas e notícias atuais.

- WhatsApp👇🏼
https://wa.me/553130471959

Siga nossas redes sociais:

Linkedin – Instagram – Facebook - Google


facebook icon linkedin icon instagram icon twitter icon google business icon Telegram icon whatsapp icon



*RECENTES

Notícias - 30/01/2024
Cônjuge pode responder por dívida trabalhista?
Veja os detalhes
[ leia mais ]

Notícias - 23/01/2024
Por que contar com o serviço de um advogado correspondente?
Conheça as vantagens dessa prática!
[ leia mais ]

Notícias - 22/12/2023
Boas festas!
A equipe do Sette & M Advogados deseja expressar gratidão pela confiança depositada ao longo do ano. Estamos entusiasmados para continuar a atendê-lo em 2024, com a mesma dedicação e presteza. Que o próximo ano seja repleto de saúde e prosperidade.
[ leia mais ]

Notícias - 04/12/2023
Tipos de aposentadoria no Brasil: Descubra qual é o melhor para você!
No Brasil, a aposentadoria é um direito garantido a todos os trabalhadores que contribuem para a Previdência Social. Mas, você sabia que existem diferentes modalidades de aposentadoria? Sim, o INSS oferece 8 tipos distintos de aposentadoria, cada um com s
[ leia mais ]

Notícias - 23/11/2023
Black Friday: conheça seus direitos
A Black Friday deste ano está chegando. Acontecerá no dia 24 de novembro, contudo, algumas lojas, agindo de má-fé, aproveitam esse dia para cometer abusos.
[ leia mais ]

Notícias - 10/11/2023
Você sabia? É dever do empregador realizar o depósito mensal do FGTS
Talvez você não saiba, mas é um dever do empregador efetuar o depósito mensal do FGTS até todo dia 7 de cada mês.
[ leia mais ]

Notícias - 06/11/2023
Meu nome está sujo, mas não devo nada!
Ter o nome negativado indevidamente é injusto e pode trazer diversos transtornos financeiros e pessoais. Mas saiba que você tem direitos garantidos para lidar com essa situação, como a possibilidade de receber indenização por danos morais e ter a retirada
[ leia mais ]

Notícias - 03/11/2023
Flexibilização da jornada de trabalho
A flexibilização da jornada de trabalho é um mecanismo previsto na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) que busca permitir maior autonomia aos trabalhadores na organização de seus horários de trabalho, desde que respeitados os direitos e limites estabe
[ leia mais ]

Notícias - 30/10/2023
Divórcio não consensual: como funciona
O divórcio não consensual, também conhecido como litigioso, ocorre quando um ou ambos os cônjuges não concordam acerca do teor do divórcio, recorrendo, nestas ocasiões, ao juiz a fim de que se resolva o conflito mediante a fixação do estabelecido em lei.
[ leia mais ]

Notícias - 23/10/2023
Foi demitido ou pediu demissão? Conheça seus direitos
É muito comum que apareçam dúvidas sobre quais são os direitos trabalhistas que um trabalhador terá em caso de demissão ou pedido de demissão
[ leia mais ]